A Escola de Educação Infantil do Centro Administrativo Fernando Ferrari (Esedi/CAFF) é destinada para filhos de servidores públicos estaduais com lotação e exercício no CAFF e está preparada para atender até 95 crianças de 0 a 5 anos.

Horário de funcionamento: Segunda à Sexta-feira, das 08h às 17h

Contato: (51) 3288-1274

Se dá a partir de divulgação de edital, no último trimestre do ano, conforme o número de vagas disponíveis para o ano seguinte. As orientações para as inscrições constam no edital, publicado no Diário Oficial. Após as inscrições e entrega de documentação exigida, será publicado o resultado final do processo seletivo.



Matrícula de alunos selecionados: Fevereiro do ano vigente.

Rematrícula: Outubro do ano corrente.

Documentação para rematrícula:

  • Declaração de lotação do servidor, responsável pela criança, no Centro Administrativo Fernando Ferrari;
  • Cópia da carteira de vacinação atualizada.

De acordo com o art. 25 da Resolução 015/2014 do CME/POA, as turmas são divididas por faixa-etária, respeitando o número máximo de crianças por adulto/professor. Na Escola do CAFF ocorre o respeito às diferentes características das crianças.

TURMA

FAIXA-ETÁRIA

Berçário

0-1

Mini Maternal

1-2

Maternal I

2-3

Maternal II

3-4

Jardim A

4-5

Jardim B

5 – 5 anos e 11 meses

Direção: Gestora da Escola, responsável pelo todo, organizando, mediando e liderando as ações diárias. Atende a equipe, crianças e familiares.

Coordenadora Pedagógica: Responsável técnica pela área pedagógica. Atua junto ao corpo docente, colaborando na elaboração, aplicação e execução dos projetos. Analisa as situações de docência, mediando e apoiando docentes e discentes nas atividades cotidianas.

Coordenadora de turno: Responsável pela organização do funcionamento geral e diário da escola. Auxilia na chegada e saída das crianças

Secretária (área técnica): Responsável pela organização administrativa e apoio à Direção. Realiza atividades como o inventário anual, matrículas, orçamentos, elaboração de atas, e demais funções técnicas administrativas.

Recepcionistas: Atendem aos pais e alunos nos momentos de entrada e saída. Realizam o serviço de telefonia.

Professores titulares: Responsáveis pela elaboração e aplicação do planejamento das turmas.

Professores Especializados (curriculares): Desenvolvem um trabalho que vai de encontro às necessidades de cada faixa-etária. Tem como objetivo contribuir para o trabalho diário das professoras na busca do desenvolvimento amplo das crianças. Atuam nas áreas psicomotoras, artísticas e de linguagem.

Profissionais de apoio (estagiárias): Apoiam as professoras na aplicação das atividades e auxiliam as crianças nas tarefas diárias, alimentação e higiene.

Nutricionista: Responsável técnica pela área da saúde, alimentação, higiene e medicação. Elabora os cardápios das crianças, organiza a equipe da cozinha e serviços gerais. Realiza oficinas de alimentação saudável com as crianças, aplica treinamento da área com a equipe da escola.

A Escola está localizada em uma casa térrea, próximo a entrada pela Borges de Medeiros, adaptada para fins de Educação Infantil.

O espaço foi pensado para propiciar ambientes adequados para as crianças, para que possam explorar suas habilidades e necessidades motoras. A Esedi está preparada para receber alunos de inclusão. Para aqueles que apresentam necessidade motora adaptada, há rampas de acesso que ligam o prédio principal com seus anexos.

AMBIENTES COMUNS:

Recepção: As recepcionistas atendem aos pais e alunos nos momentos de entrada e saída. Realizam o serviço de telefonistas.

Sala Multiuso: Local onde são realizadas as aulas especializadas e as reuniões de pais. As professoras podem utilizar o espaço para atividades planejadas.

Sala de Informática e Acervo Literário: Utilizado pelas professoras titulares e pela professora Especializada de Informática e utilizada na “Hora do Conto”.

Refeitório: Utilizado pelas crianças e pela equipe nos respectivos horários das refeições.

Área externa: Nas escolas, o pátio é palco de interações entre alunos, professores, gestores e demais funcionários da instituição. Esse espaço é um ambiente de aprendizagem, entendendo-se assim como extensão da sala de aula e essencial para o desenvolvimento infantil. O pátio é dividido de modo que as turmas possam utilizar em um mesmo horário.

  • Pátio central: Repleto de brinquedos, como casinha, escorregador, gangorra. Com espaço amplo que permite desenvolvimento motor e a socialização entre as crianças.
  • Pátio frente: Coberto por grama sintética, com brinquedos estruturados para crianças de Berçário a Maternal I.
  • Pátio lateral/fundos: Utilizado pelas crianças do Maternal II a Jardim B.
  • Pátio lateral/frente: Utilizado por crianças do Mini Maternal.

AMBIENTES RESTRITOS:

Cozinha: Onde são preparadas as refeições das crianças. É proibida a entrada de pessoas externas, sem o uso de touca. A Nutricionista, responsável técnica da saúde, supervisiona o trabalho, desenvolvido a partir de cardápio próprio para cada faixa-etária.

Lactário: Local onde são feitas as mamadeiras e o armazenamento das latas de leite e mamadeiras dos alunos. Uso exclusivo da equipe de nutrição e cozinheira.

Sala de Amamentação: Local onde as mães podem amamentar seus filhos.

Área de Serviço: Este ambiente é de responsabilidade das funcionárias de serviços gerais.

Banheiros infantis: Uso exclusivo das crianças, adaptado para permitir um uso seguro.

Banheiro adulto: Uso exclusivo dos adultos.

Salas de atividades: As salas são organizadas de acordo com a faixa-etária, respeitando as necessidades de cada grupo. Ambientes preparados, com piso adequado e mobiliário foi organizado de modo que fosse ergonometricamente próprio para crianças, permitindo o uso com segurança.

Setor da Nutrição: Local onde é feita a medição e pesagem das crianças, auxilio nos primeiros socorros das ocorrências diárias comuns da infância e local onde são armazenados os medicamentos prescritos, conforme autorização dos pais.

Setor de Coordenação Pedagógica: Responsável pelo planejamento e execução dos projetos pedagógicos. São realizadas as reuniões de supervisão com as professoras, como também atendimento aos pais e alunos.

Direção: Sala onde a diretora realiza seu trabalho, atendendo equipe, famílias e demais necessidades da escola.

Sala de Descanso das Equipe: Local onde os funcionários podem dispor do seu momento de descanso.

A Associação de Pais precede a criação da então creche do CAFF. Quando da construção do Centro Administrativo, um grupo de pais se reuniu e fundou a APACAERGS, com a missão de colaborar com as autoridades públicas da época para transformar o prédio que servia como escritório da obra em uma creche para os filhos dos servidores do Estado, que passariam a trabalhar nesse local.

Desde então, a A APACAERGS tem o objetivo de promover e colaborar na qualificação da educação e na manutenção da infraestrutura escolar oferecida aos alunos atendidos na Escola de Educação Infantil do CAFF.

Nesses últimos anos, a arrecadação da APACAERGS tem sido aplicada na complementação da alimentação dos alunos, no plano de emergência médica, no material escolar de uso coletivo, agendas escolares, brinquedos, recursos lúdicos, eventos, passeios e aulas especializadas, como Ballet, Ginástica Artística, Oficina de Tecnologia, Ritmos Kids, Musicalização, Capoeira e Inglês.

A Escola de Educação Infantil do Centro Administrativo Fernando Ferrari (Esedi/CAFF) foi fundada em 13 de setembro de 1988, pelo então Governador Pedro Simon, conforme Decreto Oficial 32960, publicado no Diário Oficial. Na época da abertura era denominada creche, somente em 1999 passou a ser chamada de Escola de Educação Infantil, através da Portaria nº 46/1999, do Secretário de Estado da Administração e dos Recursos Humanos. Estas alterações constam no Parecer nº 67/2013. No ano de 2013 iniciou o processo de credenciamento junto a Secretaria de Educação.

A abertura da Escola se deu a partir da demanda dos servidores públicos estaduais com exercício no CAFF, visando o desenvolvimento integral da criança de 0  a 5 anos e 11 meses. Um atendimento especializado para que fossem oferecidos meios para o desenvolvimento integral das crianças, nos diferentes aspectos, cognitivos, físicos, motores e sócio afetivos. A sua mantenedora inicialmente era a Secretaria de Estado da Administração e dos Recursos Humanos. Atualmente é mantida pela Associação de Pais do Centro Administrativo Fernando Ferrari.